Os pormenores do contrato de Inês Castel-Branco com a TVI

Inês Castel-Branco falou sobre a sua saída da SIC e contou detalhes sobre a sua ida para a TVI. “Estava a precisar de mudar, de sair da minha zona de conforto”, disse.

Os pormenores do contrato de Inês Castel-Branco com a TVI

Os pormenores do contrato de Inês Castel-Branco com a TVI

Inês Castel-Branco falou sobre a sua saída da SIC e contou detalhes sobre a sua ida para a TVI. “Estava a precisar de mudar, de sair da minha zona de conforto”, disse.

Inês Castel-Branco falou da sua mudança da SIC para a TVI e revelou alguns pormenores da sua contratação pelo canal de Queluz de Baixo e sobre a nova novela que está a gravar. Neste novo projeto, a atriz vai contracenar com o ex-namorado Pedro Sousa e com Diogo Morgado.

No programa “Glitter Show”, do Porto Canal, e, em entrevista a Carina Caldeira, Inês contou como recebeu o convite, revelando ainda que não foi a primeira vez que recebeu uma proposta da TVI. “Eu estava de férias e não estava à espera… Quer dizer, não era o primeiro [convite]”, começou por dizer.

“Eu tinha acabado o meu contrato com a SIC, que não foi renovado. Estou a passar um ano de grandes mudanças e senti necessidade de sair um bocadinho da minha zona de conforto. Trabalhava há muitos anos naquele canal e com aquela a produtora, a SP, com quem eu me sentia completamente em casa, e estava a sentir que precisava de um abanãozinho”, disse, confessando, porém, que esta mudança lhe provocou “imenso medo e insegurança”.

Inês revela a quem pede conselhos

Inês Castel-Branco contou a Carina Caldeira que a TVI não lhe ofereceu um contrato de exclusividade e que a sua ligação ao canal, para já, é apenas para esta novela. “Acho que os contratos de exclusividade têm uma tendência para acabar e acho que isso torna o mercado mais justo. Artisticamente, essa liberdade é muito maior, mas claro que, financeiramente, o contrato de exclusividade é uma grande segurança”, afirmou.

A atriz revelou ainda quem são as pessoas com quem se aconselha sempre que tem de tomar decisões profissionais. “Pergunto sempre à minha agente, à Patricia Sequeira, a realizadora da SNU [filme protagonizado por Inês Castel-Branco], que é uma pessoa com quem eu me aconselho bastante, e algumas pessoas que estão à minha volta”, disse, sublinhando que precisava desta mudança nesta fase da sua vida: “Estava a precisar de mudar, de sair da minha zona de conforto, de mudar de empresa”.

Sobre a nova novela que está a gravar, a atriz revelou que estreia em janeiro. “Posso dizer que a personagem não é má, nem vai ser cómica. Vai ser boa”.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Reprodução redes sociais

 

Impala Instagram


RELACIONADOS